A edição de julho/2018 da Revista Época Negócios traz uma edição especial sobre como as grandes corporações e as jovens startups estão se relacionando para contribuir com inovação e transformação digital nos negócios.

O case da Btime foi citado pelo CIO da Porto Seguro, Italo Flammia, como sendo um exemplo de sucesso para a companhia. Hoje, nossa solução de gestão otimiza tempo e recursos de equipes de campo de instalação e manutenção, além da padronização dos Centros Automotivos da Porto Seguro.

A Btime é reconhecida por sua experiência no atendimento a grandes corporações, quebrando paradigmas com processo de implementação rápido e tecnologia de ponta, que garante a segurança da informação de nossos clientes.

Leia um trecho da edição que está nas bancas este mês:

“Ao longo de cinco edições, 29 startups passaram pela Oxigênio, aceleradora criada pela Porto Seguro em 2015. Como diz o próprio nome, a iniciativa tem como objetivo oxigenar processos internos da seguradora. O relacionamento entre empreendedores e executivos, no entendo, não engatou de primeira. “Foi preciso contornar a resistência inicial de diversas áreas. Quando fomos assinar os contratos com as primeiras levas de startups, por exemplo, o departamento jurídico queria que os participantes apresentassem balancetes dos últimos três anos”, diz Italo Flammia, CIO da Porto Seguro.

Para facilitar a aproximação, foram criados mecanismos que integrassem os empreendedores à estrutura da companhia. Diretores de diversas áreas ficaram responsáveis por identificar oportunidades e circular projetos de startups em outros departamentos. Tais medidas abriram caminho para que empresas como a Btime se tornassem fornecedores.

Ao ser implantado em centros automotivos, o aplicativo de gestão de equipes resultou em uma redução de custos de aproximadamente R$ 1 milhão por ano. “Queremos ser uma espécie de cliente-anjo das empresas”, diz. Flammia.

Privacy Preference Center